sexta-feira, 5 de outubro de 2012

A CAMINHO DA PRAIA

O céu cinzento encolhe a ilha, encobre-a sobre si. Um aconchego melancólico que tolhe os movimentos dos ilhéus, remete-os para dentro das casas, para a pacatez dos lares. Na estrada, sou seguido pelos olhares curiosos dos cavalos. Em breve chegarei à Praia. Em frente o ilhéu. Um pedaço de terra num mar turbulento. Vai acompanhar-me no horizonte desde que entro na Praia até largar Lagoa e os antigos fornos de telha para trás e seguir em direcção a Santa Cruz. 23-6 23-7 23-8

Sem comentários:

Publicar um comentário