segunda-feira, 9 de julho de 2012

QUATRO RIBEIRAS NUM DIA CINZENTO

Estava a começar a chuviscar uma chuva muito miúda e irritante quando desci até às Quatro Ribeiras. Ninguém por perto. Na enseada anterior, fui dar a uma saída de águas que imagino não muito limpas...Uma senhora apareceu numa casa isolada. "Se quiser ir lá abaixo tem de pegar um caminho junto às canas um pouco mais à direita. Já não vou lá desde o sismo..." Terceira 37 Terceira 38

Sem comentários:

Publicar um comentário