segunda-feira, 9 de julho de 2012

NA PONTA DAS CINCO RIBEIRAS

Terceira 16 Uma das magias de caminhar no Verão numa ilha com variadas entradas rochosas para o mar é poder parar e dar um mergulho. Ao contrário da mais badalada Silveira e da turística Biscoitos, a Ponta das Cinco Ribeiras estava em sossego à minha espera. Não saí de lá tão depressa. Aliás, só decidi vir embora quando o nadador-salvador me viu a preparar-me para mergulhar mais uma vez e comentou "Não há condições..." Pensei que estava a brincar até ver por debaixo de mim, na água esverdeada várias "águas vivas" (alforrecas). "Você é que sabe, eu gosto de avisar..." Terceira 14

Sem comentários:

Publicar um comentário