terça-feira, 29 de janeiro de 2013

NA PONTA DA FAJÃ GRANDE

A travessia levou-me a um patamar onde temos o mar lá embaixo, a rocha do lado esquerdo e uma fatia de caminho atapetado a verde com vista para a Ponta da Fajã Grande. O sol já estava a esmaecer quando lá cheguei. Nesta altura do ano, são poucos os habitantes do lugar, uma ponta de terra que cai abruptamente sobre o mar, cercada por montanha verde de onde caem uma, duas, três, quatro quedas de água, a última das quais é a mais conhecida, o Poço do Bacalhau. No meio do cenário, a Igreja branca da Nossa Senhora do Carmo. Flores 84 Flores 85 Flores 86

Sem comentários:

Publicar um comentário