domingo, 27 de maio de 2012

A CAMINHO DA MAIA

Depois da estrada solitária de Malbusca, pego a estrada principal em direcção à Ponta do Castelo e à Maia, já na costa leste. Encontro uma ou outra casa mariense em ruínas mas bastante recuperadas. Meto o nariz nas ruínas do que deve ter sido uma taberna. O casario é disperso. Os marienses vivem em paz em suas casas ou em redor delas. Vejo muito pouca gente. Um homem pergunta-me se quero comprar uma casa típica. Daí a pouco tempo já está a observar o cavalo que o espera num prado perto de casa. E as casas brancas, sempre modelando a paisagem, acompanhando-me estrada fora. P1050150 P1050139 P1050136 P1050124 P1050114 P1050095 P1050086

Sem comentários:

Publicar um comentário