terça-feira, 5 de junho de 2012

COMO O AEROPORTO AGITOU SANTA MARIA

P1060167 "Os salários começaram a aumentar. Ganhava-se quatro escudos na lavoura, passou a ganhar-se 14 escudos" António Baptista, ex-regedor de Santa Bárbara P1060129 " Eu era criança, ia a pé até ao aeroporto para vender fruta, hortaliças. Nesse tempo, vivia-se muito mal. Os adultos diziam: "Olha lá vem o miúdo outra vez" Sr Fontes, taxista e ex-dono de restaurante P1060134 "Todos os filmes que estreavam em Lisboa vinham no dia seguinte para o cinema do aeroporto. Na biblioteca do Clube Asas do Atlântico, tinhamos todas as publicações literárias. Nunca li tanto como naquela altura" "Na Calheta, para onde eu fui como professora primária, quando construíram o aeroporto, não havia água nem luz nem rádio..." "Quando o primeiro avião aterrou em Santa Maria, aterrou numas chapas de ferro. Houve crianças que foram a correr pela canada do aeroporto. Os americanos acenderam uma fogueira com carvão mineral, eles ficaram de boca aberta, nunca tinham visto. Depois, tiraram salsichas e ofereceram. As crianças não aceitaram com receio. Só aceitaram os cigarros". P1060155 "O Clube Asas do Atlântico era o clube da elite. Era complicado entrar lá. O hotel também, era frequentado pela elite do aeroporto e nem todos os funcionários entravam. Tinha orquestra permanente. Gente solteira e sem mulheres agregava-se à volta da sociedade criada no clube e no hotel. Havia jogos florais, desporto, bailes, jogos de canasta, bridge. A classe operária tinha os seus próprios bailes e grupo de futebol" P1060083 P1060078 P1060089 "O trânsito da TWA ou da PAN AM era muito grande. O meu marido era director da TWA e normalmente tirava fotos com os actores que passavam na escala de 45 minutos. O Charlton Heston perguntou-lhe qual o filme dele que preferia e ele respondeu: "Ben-Hur". E ele: "So do I my boy" As pessoas ouviam dizer que vinham as celebridades e corriam para o aeroporto. Dona Aida, ex-funcionária dos CTT do Aeroporto P1060071 P1060125

Sem comentários:

Publicar um comentário